Artigos Para Empresas

O que é a ginástica laboral?

sem-titulo
Escrito por DNA Saúde

É possível observar muita confusão quando o assunto é Ginástica Laboral. Muitas pessoas acreditam que se a empresa onde trabalham dispor de uma academia instalada em suas dependências ou oferecer algum programa de benefícios (como descontos) para seus funcionários em uma academia próxima da empresa ou cidade onde está instalada, que isso também se caracteriza por ginástica laboral.

Não, jamais!

A ginástica laboral é caracterizada por uma pausa que varia de 05 a 20 minutos para a prática de uma atividade orientada por profissional capacitado durante a jornada de trabalho e no próprio ambiente onde o funcionário executa sua função, seja ela um escritório, uma linha de produção e até mesmo a cozinha de uma empresa ou restaurante. Qualquer outro tipo de atividade esportiva dentro da empresa, como academias, quadras esportivas e pistas de corrida, onde os funcionários podem usufruir antes ou após o expediente, é conhecida como ginástica corporativa ou prática de atividades em ambiente corporativo.

Desde a revolução industrial, o número de funcionários que apresentavam quadros de lesões por esforços repetitivos e disturbios osteomusculares relacionados ao trabalho cresceu consideravelmente, e então começou a pesquisa e aplicação da ginástica laboral. O país pioneiro foi a Polônia em 1925, seguido por Holanda, Russia, Alemanha, Suécia, Bélgica, Japão e Estados Unidos. Somente no ano de 1973 é que se começou a pensar na prática no Brasil.

Atualmente as empresas estão investindo cada vez mais na prática da ginástica laboral, e contam com o apoio e incentivo do departamento médico e das operadoras de planos de saúde, pois vários estudos comprovam que a prática, além de proporcionar ao funcionário a melhor utilização de sua capacidade funcional, previne lesões e ainda combate o estresse por se tratar de um momento altamente recreativo.

Alguns dos benefícios relacionados a prática são estes: combate e previne lesões por esforços repetitivos e disturbios osteomusculares relacionadas ao trabalho, é uma potente arma contra o estresse, a depressão, o sedentarismo e a ansiedade, melhora a postura, a flexibilidade, a coordenação motora, o ritmo e a agilidade.

Reduz a sensação de fadiga após o final da jornada de trabalho, contribuindo para uma melhor qualidade de vida do trabalhador, além de favorecer o relacionamento social e trabalho em equipe.

Para a empresa a ginástica laboral é responsável pela redução de despesas por afastamento médico e consequentemente aumento dos valores direcionados ao pagamentos de planos de saúde. Reduz acidentes e lesões, melhorando assim a imagem da empresa perante seus funcionários e perante a sociedade, além de melhorar a qualidade do seu ambiente de trabalho e consequentemente a sua produtividade (funcionários saudáveis e satisfeitos fazem com que todo o ambiente da empresa possa fluir e produzir melhor).

Para uma empresa implantar a ginástica laboral, ela deve ter sempre a preocupação de contar com profissionais da área da fisioterapia e educação física que sejam capacitados e habilitados e que saibam avaliar e entender o ambiente empresarial.

 

Dra Emanuela Aparecida Gonzalez Ruiz

Fisioterapeuta e Técnica em Segurança do Trabalho

Sobre o autor

DNA Saúde

Deixar comentário.

Share This
Navegação